O Bloco Siriricando e as mulheres lésbicas e bissexuais no Carnaval de São Paulo

Barbara Falcão
Milena Fonseca Fontes¹

“As conexões com e entre mulheres são as mais temíveis, as mais
problemáticas e as formas mais potencialmente transformadoras no
planeta.” Adrienne Rich

Logotipo

O Bloco Siriricando é um bloco de carnaval de protagonismo lésbico e bissexual que sai
nas ruas do centro da cidade de São Paulo, desde 2016. Fundado por um grupo de mulheres
lésbicas e bissexuais de diferentes matizes, o Bloco Siriricando procura promover espaços de
convívio e fortalecimento da identidade lésbica e bissexual, a liberdade sexual, a
conscientização sobre a reprodução de preconceitos existentes na sociedade brasileira,
considerada machista e patriarcal. Acolhedor a toda a comunidade LGBTQIA+, é baseado

no protagonismo e visibilidade lésbica e feminista, principalmente por meio da música e da
arte. Nas nossas canções, procuramos ressignificar de maneira criativa e bem humorada letras
de conhecidas canções de carnaval brasileiras. O Bloco Siriricando também promove a
coalizão e a colaboração de artistas de diversas áreas, já que se organiza em rede, por meio do
trabalho colaborativo. Também busca formas de intervenção social por meio de
conscientização e economia criativa nos eventos que realiza. Dessa forma, procura atuar
política e socialmente para além do carnaval, no contexto brasileiro, que vive um retrocesso
autoritário, desde 2016.


Palavras chave: Lésbicas, Feminismo, Carnaval, bloco de rua, Bloco Siriricando.

¹Barbara Falcão é mestranda em Letras na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP).
Milena Fonseca Fontes é Mestre em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). As autoras são integrantes do bloco Siriricando desde sua fundação. E-mail: blocosiriricando@gmail.com